25 de out de 2010

Como plantar uma árvore?

O plantio de uma árvore é uma operação simples, mas que requer cuidados. O primeiro passo é escolher a espécie adequada para as condições do local.
Devemos considerara proximidade de residências, existência de redes aéreas ou subterrâneas, existência de calçadas ou gramados, o tipo de solo (úmido, seco, raso ou profundo ou se aterro).
Ainda temos que observar qual o nosso objetivo ao escolher uma árvore (para sombra, frutas ou ornamentação). Se não pensarmos bem e nos informarmos sobre a espécie adequada para o local poderemos ter que, no futuro, cortar uma árvore plantada em local inadequado ou não obter o efeito desejado dela.
Por isto é bom se informar sobre a espécie antes de plantá-la. Também é importante escolher a época correta de plantio. No sul do Brasil o ideal são os meses sem a letra “r” (maio, junho, julho e agosto). No Brasil tropical o bom é a época das chuvas.
Nestes períodos a planta sofrerá menos impacto negativo do ambiente e terá maiores chance de pega.
Em especial se forem plantas de raiz nua. Se for plantada com torrão pode ser fora deste períodos deste que não seja um verão muito forte ou seco e que haja cuidado com as regas no primeiro ano de vida.
Para prepara o local é bom fazer um buraco de 50 cm x 50 cm de superfície. Se for solo natural deve-se remover os primeiros 20 cm , aonde está a terra mais fértil, para um lado.
Os 20 cm seguintes, cuja fertilidade é menor, deve ser posto separado. Feito isto coloca-se no fundo um balde com 10 kg de adubo orgânico curtido junto com umas 100 gramas de cinza de lenha ou farinha de osso (não pode ser cinza de churrasco porque tem muito sal de cozinha que mata as plantas).
Este material deve ser misturado com a terra fértil dos primeiros vinte centímetros para constituírem o primeiro alimento da nova planta. Se for terreno aterrado deve se aumentar a dose de adubo orgânico e cinzas para compensar a falta de fertilidade natural. Feito isto o local está pronto para receber a muda.
É importante observar que o torrão ou a parte das raízes seja colocado sobre este material adubado. Para fixar a muda deve-se utilizar a terra retirada do fundo tendo o cuidado de colocar a parte aonde ocorre o contato do tronco com o sistema radicular nivelado com o solo. Fora desta posição a planta pode morrer.
Caso a muda seja muito grande pode-se usar um tutor. Trata-se de uma estaca reta e forte aonde o tronco da muda deve ser amarrado com uma laçada em “8?. Um dos elos do “8? amarra a planta e outro o tutor. Isto evita que a planta seja derrubada pelo vento e a protege de agressões externas.
É bom eliminar, com uma tesoura de podar bem afiada, galhos e raízes secas para evitar moléstias. Fora do inverno pode acontecer de a muda perder as folhas como defesa contra o excesso de transpiração. Isto é um sinal de que temos que aumentar o cuidado com as regas.
De preferência para plantar em dias nublados ou chuvosos ou então ao final da tarde. A planta sente menos o processo. Depois é cuidar da formação do tronco e parte aérea e das adubações para formar uma planta bonita.
Especialmente se a árvore for plantada em zonas urbanas onde esteja muito exposta a acidentes. Se for num local mais selvagem e com mato perto estes riscos são bem menores. Mas a descrição destes cuidados ficam para uma próxima edição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário